16 de dez de 2008

Relatando como foi a abertura do ateliê

clique pra ver maior...


Senhoras e senhores antes de mais nada

agradecemos a atenção dispensada...

Aos que vieram e aos que não vieram, mesmo aqueles que prometeram que vinham e furaram...

tudo bem, agradecemos!!!

Porque sabemos que de uma forma ou de outra estamos juntos!


O evento foi banhado de boa energia, mesmo sendo cerca de apenas dez pessoas presentes, o importante é a qualidade e não a quantidade. No dia que deve ter sido um dos mais "agenda lotada" de eventos do ano, por ser o último dia viável antes que todo mundo viaje ou desencane, tire férias, etc... fizemos a abertura do ateliê e agora a "nossa árvore" começa mesmo a crescer.


Aberto mais um ponto de encontro entre alguns que temos frequentado, com um pessoal bacana que está na mesma sintonia de fazer amizades e parcerias, virando do avesso o tal dito popular "amigos, amigos, negócios à parte", porque onde as pessoas vivem do que gostam e se preocupam mais em ser do que ter, uma fraternidade naturalmente se forma através da convivência informal, trocando idéias, conhecimentos, boas energias. Laços que podem durar ou não, afinal a vida é transformação constante, mas o que importa é a boa partilha do momento.


Não tiramos muitas fotos, nos entregamos mais à vivência (precisamos reaprender a fazer as duas coisas ao mesmo tempo...), mas fica aí uma montagem-viagem com as poucas fotos, para recordar esse dia muito bom!!! E que venham os próximos!!!


Ruído e Binha


27 de nov de 2008

flyer de abertura e texto de apresentação


Clique para ver a programação.
A abertura será no dia 13/12, das 14hs as 22hs.

>>>>>>>>>>>>>
Sobre a idéia por trás do nome

Futuro Primitivo é um termo que foi utilizado para dar nome a várias coisas interessantes, que acabam linkando-se (em breve falaremos mais delas) e pode ser interpretado de muitas maneiras, como acreditar que o melhor para o futuro é sermos primitivos, ou imaginar que do jeito que caminhamos, o futuro será um primitivo cenário pós-apocalíptico, tipo do filme Mad Max. Remete também a uma estética artística, fundindo Futurismo e Primitivismo.

Nós do ateliê entendemos também como uma forma de viver sempre antenado no futuro, ou melhor, no que construiremos para o amanhã, como galhos que crescem e vão gerar frutos, sem esquecer das nossas raízes que nos fazem o que somos e nos ensinam a olhar toda a bagagem que o tempo/solo carrega, seja na história pessoal, regional, planetária ou cosmológica. Praticando caminhos religiosos diferentes, temos em comum algo como um xamanismo urbano.

Isso se aplica tanto na nossa arte quanto na nossa fé cotidiana, buscando formas de não nos render à mente coletiva domesticada, buscando realizar nosso ser sem depender tanto de ter… realizar nossos sonhos sinceros é nosso objetivo, sonho de viver do que gostamos de fazer… e ao trilhar este caminho, queremos somar forças com quem estiver na sintonia, construindo uma trilha cada vez mais sólida. Viver o futuro primitivo é viver o agora.

>>>>>>>>>>>>>
O que acontece no espaço

Aqui realizaremos pequenas exposições, produções coletivas, oficinas, debates que podem ser acompanhados de filmes, leituras, palestras, teremos leituras de oráculos e contaremos com loja / bazar de nossos produtos diversos, entre outras atividades e propostas que vão surgir naturalmente. Participe!